Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris

0

Visitar o Mont Saint-Michel em 1 dia é possível? Muitas pessoas querem conhecer o Mont Saint-Michel, mas não sabem exatamente como ir ou não tem dias suficientes disponíveis na viagem. Eu sempre digo, que o Mont Saint-Michel merece uns 2 dias, para conhecer o Monte e a Baía com calma. Mas se você não tem esse tempo disponível, você pode sim visitar o Mont Saint-Michel em 1 diaÉ um ótimo passeio bate-volta desde Paris

O Mont Saint-Michel está localizado a cerca de 4 horas de Paris. Lógico que isso depende de onde você está e do modo de transporte que você for utilizar. Eu já visitei o Mont Saint-Michel várias vezes. Já fui de carro saindo de Paris e também já fiz bate-volta da Bélgica. Já fiquei alguns dias na região, já fui de trem e esta última vez fui de ônibus e gostei muito.

Onde fica o Monte Saint Michel?

O Monte Saint-Michel fica a 360 km de Paris. Fica bem na fronteira da Normandia com a Bretanha e atrai milhares de visitantes todos os dias em busca de cenários espetaculares. Seja pela bela Abadia que ocupa o topo do Monte ou pelo incrível fenômeno da maré, o Monte Saint-Michel é uma atração única e imperdível na França.
.

Como chegar no Monte Saint Michel vindo de Paris?

O melhor modo é fazer um passeio de um dia ao Mont Saint-Michel saindo de Paris. Acompanhado por um guia brasileiro ou português, você sairá de ônibus de Paris. Você não se preocupará com nada, a não ser de não perder a hora.
.

Como visitar o Monte Saint Michel?

A visita do Monte pode ser livremente, você não paga nada para isso. Você paga somente para visitar a Abadia do Monte Saint-Michel e Tour Autoguiado e os 4 Museus que tem dentro do Monte.

Mont Saint-Michel em 1 dia | Bate-volta de Paris

Para os turistas, é um lugar mítico. O Mont Saint-Michel é o terceiro lugar mais visitado na França depois da Torre Eiffel e do Palácio de Versalhes. Os números falam por si só, o Mont Saint Michel atrai mais de 3,5 milhões de visitantes todos os anos. É também Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1979. É um local único, com uma paisagem em mudança, às vezes cercada por areia, às vezes tomada pela água. 

Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris
Foto: Shutterstock | De Kanuman

.


LEIA TAMBÉM :


Um lugar mergulhado na história

Segundo dizem as lendas, o Arcanjo São Miguel ordenou que o Bispo de Avranches – Aubert construísse um santuário no Monte Tomé, uma ilha rochosa no meio de uma enorme baía. Por 1000 anos, as construções não tinham fim, sempre mais bonitas e sempre ousadas para se tornar o que conhecemos hoje. Mosteiro, local de peregrinação, prisão, … o Mont Saint-Michel experimentou várias épocas e utilidades.

Abadia de Saint-Michel na França

Construído no século VIII, o Mont Saint-Michel fascina com sua arquitetura e atrai muitos peregrinos. Desde a sua criação, o Monte Saint-Michel fascina pelo seu caráter religioso, que ainda é muito forte. Para muitos visitantes o Monte continua sendo um lugar muito espiritual.

A BAÍA DO MONT SAINT-MICHEL 

A Abadia sem nenhuma dúvida é a queridinha dos visitantes, mas o Monte tem outras maravilhas para oferecer. E a maior delas na minha opinião é visitar o Mont Saint-Michel nos dias de Grand Maré. Não tem palavras que descrevam a emoção em ver o Mascaret chegando (a primeira onda que chega ao Monte).

A terra ao redor do Mont Saint-Michel oferece vistas extraordinárias quando a maré está baixa. Tenha cuidado se você se aventurar. O Monte é famoso por suas variações de maré, as águas chegam a um ritmo incrível, tão rápido quanto um cavalo galopante.

Grande Maré no Monte
Grande Maré no Monte Saint-Michel
Grande Maré no Monte Saint-Michel

O Mont Saint-Michel está localizado no coração de um ambiente excepcional. Com efeito, a baía do Mont Saint-Michel tem as maiores marés da Europa, que transformam as paisagens duas vezes por dia. Venha e veja as grandes marés e admire o espetáculo que a natureza lhe oferece!

>> Confira aqui os horários das Grandes Marés

Este fascinante espetáculo pode, no entanto, ser perigoso: é proibido aventurar-se sozinho na baía. A baía não é feita apenas de areia! Você perceberá rapidamente que a baía está viva e habitada. Areias movediças, peixes e pássaros vivem em harmonia na baía. A maneira ideal de descobrir a baía com segurança é aproveitar os muitos itinerários guiados propostos  perto do monte e da sua baía.

Como chegar ao Mont Saint-Michel?

Antigamente dava para chegar na frente do portão do Monte de carro. Mas desde que a construção da nova ponte que foi inaugurada em 2013, não é mais possível. Agora existem outras maneiras de chegar lá.

Como chegar no Monte
  • A pé : uma maneira única de descobrir as paisagens da baía e chegar no Mont Saint-Michel é fazer o passeio pela baía. Você vai terminar o seu passeio, seja qual for o caminho percorrido, pela passarela que atravessa a baía com o Mont Saint-Michel. Somente essa caminha dá uns 30 minutos. Mas a paisagem é tão linda que você nem vai notar.
Se planeja chegar a pé, primeiro pergunte sobre as marés. É importante prestar muita atenção ao horário das marés, pois é extremamente perigoso aventurar-se na baía quando a água está subindo. Durante os dias de maré alta, os visitantes devem atravessar duas horas antes das marés. Observe também que andar pela baía é melhor feito com os pés descalços.
  • De carro : Se chegar de carro, estacione no estacionamento que fica no continente, a dois quilômetros e meio do Monte Saint-Michel. Do estacionamento, um ônibus (que falo abaixo) leva os visitantes a 400 metros dos portões de entrada para o Mont Saint-Michel.
  • De ônibus : para aqueles que não desejam chegar ao Mont Saint-Michel a pé, o ônibus é a melhor opção. O ônibus, chamado “Le Passeur” , sai da Place des Navettes e é gratuito e é acessível a pessoas com mobilidade reduzida. E te deixa na porta do Mont Saint-Michel.
  • De Charrete“The Maringote”  é uma charrete e é puxada por dois cavalos. É meio polêmico, já que é você que vai escolher o melhor para você. Nós vimos charretes com 10-20 pessoas sendo puxadas por dois cavalos e achamos que isso era demais. Ainda mais no verão escaldante. Sendo assim nós encorajamos os leitores a pegar o transporte gratuito com o ônibus através da ponte, ou mesmo a andar!
Charrete no Monte

NÃO PERCA SEU PRECIOSO TEMPO EM FILAS ENORMES!

>> Ingresso Museu do Louvre com Horário de Entrada
>> Torre Eiffel: Ingresso Prioritário 2º Andar
>> Ingresso Disneyland Paris 1 Dia para 1 Parque ou 2 Parques
>> Catacumbas de Paris: Ingresso Sem Fila com Guia de Áudio

>> Entrada Sem Fila para o Terraço do Arco do Triunfo
>> Tour Ópera Garnier com Guia Especializado
>> Ingresso Museu de Orsay 1 Dia c/ Acesso Reservado

Como é a visita ao Mont Saint-Michel?

Assim que você chegar ao Monte, você passará pelas muralhas. Estas fortificações foram construídas para defender o Monte e a Abadia durante os 100 anos de guerra. É quase que uma jornada espiritual para o mundo da Idade Média. Um fato ótimo é que todo o Monte é uma zona somente para pedestres.

A maioria dos edifícios de pedra datam dos séculos XIII-XVI, uma verdadeira jóia.  Atravesse a Porte du Roi. As imensas muralhas de pedra circundam todo o Monte e apresentam muralhas que foram usadas para combater invasores.

Vila no Mont Saint-Michel

Vistas e panoramas

Não deixe de apreciar belos panoramas da Baía de Saint-Michel de vários pontos do Monte. As ruas de paralelepípedos do Monte são bem íngremes, então se prepare para cansar (mesmo se você for preparado fisicamente). O melhor a fazer é subir diretamente para a Abadia, e fazer as paradas no caminho de volta.

A vista da Abadia é maravilhosa. Os turistas entram no Monte Saint-Michel na antiga sala de guarda de Burgher, que agora abriga o Posto de Turismo. Logo depois atravessam o Portão do Boulevard e depois o Portão do Rei para chegar à Grande Rue.

Grand Rue

A Grand Rue é a única rua “oficial” do Monte. Esta rua encantadora é ladeada por casas de pedra dos séculos XV e XVI, que agora são ocupadas por lojas de souvenirs, lanchonetes, cafés, restaurantes e hotéis, incluindo o famoso La Mère Poulard. Para aqueles que não sabe, a Mère Poulard é uma cozinheira francesa que criou sua pousada no Mont Saint-Michel em 1888.

GRande Rue La Mere Poulard

Ela é bem conhecida em todo o mundo por seus biscoitos e seu famoso omelete. De fato, os viajantes/peregrinos que atravessaram a baía eram dependentes das marés. E ela, que mantinha a lareira sempre acesa, conseguia cozinhar para aquecê-los e confortá-los.

E assim nasceu sua famosa omelete. Logo em seguida os turistas passarão pela igreja paroquial do século 15 dedicada a São Pedro. A Grand Rue termina no Grand Degré (na grande escadaria) que leva à entrada da Abadia de Saint-Michel.

GRande Rue La Mere Poulard

visita da Abadia

Conhecida como “La Merveille” (“A Maravilhosa”), a Abadia do Monte Saint-Michel é verdadeiramente uma maravilha da arquitetura medieval. Desde a Idade Média, este último local de peregrinação também tem sido chamado de “A Jerusalém Celestial” e “Pirâmide dos Mares”. Com uma altura de 155 metros acima do mar, a abadia é uma incrível obra arquitetônica.

É ainda mais incrível e milagrosa, considerando as dificuldades de trazer materiais de construção através da Baía de Saint-Michel. Muitos morreram enquanto tentavam atravessar as costas arenosas da baía. Apesar dos grandes desafios técnicos, a abadia foi construída entre os séculos XI e XIII em requintado estilo gótico.

Abadia do Monte Saint-Michel

ABADIA do Mont Saint-Michel

Para chegar à abadia, os visitantes e peregrinos devem começar pelos antigos portões, percorrer a aldeia e subir 200 metros. Depois, tem ainda os 350 degraus do “Grande Degré” para chegar à entrada da abadia. O andar mais baixo tem jardins tranquilos e um salão espaçoso chamado  “Aumônerie”, que era um dormitório para peregrinos no século XIII.

No andar intermediário está a abobada Salle des Chevaliers , onde cavaleiros nobres foram recebidos, e a “Crypte des Gros Piliers”(Cripta dos Grandes Pilares). A área mais magnífica da abadia é no segundo andar: o Claustro, o Refeitório e a Igreja da Abadia.

Abadia do Monte Saint-Michel
Ruas do Monte Saint-Michel

Com uma arquitetura monástica serena, os claustros apresentam 220 graciosas colunas de granito em linhas duplas alternadas. A esplêndida Eglise Saint-Michel, iniciada em 1020, tem uma majestosa nave românica e um coro gótico ornamentado do século XV. O santuário surpreende os visitantes com sua beleza de tirar o fôlego e ambiente espiritual inspirador.

Da igreja da abadia, o “Escalier de Dentelle” leva até um terraço com vistas espetaculares sobre o mar. Depois da visita da Abadia, comece descendo calmamente e aprecie cada esquina do Monte. Descubra os seus museus, cemitério e ruelas escondidas.

Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris
Acessibilidade: A Abadia do Mont Saint-Michel não é acessível a visitantes com mobilidade reduzida. Há um caminho pedestre de 200 metros até o topo do monte e depois uma escadaria de 350 degraus. Vale para carrinhos de bebê também.

Horário do Mont Saint-Michel

  • O Mont-Saint-Michel está aberto todo o ano
  • De 2 de maio a 31 de agosto, a abadia está aberta das 9h às 19h (última entrada às 18h).
  • De 1º de setembro a 30 de abril, está aberto das 9h30 às 18h (última entrada às 17h).

A Abadia do Mont-Saint-Michel está fechada em 1 de janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro.

– Preço integral: 11€
– Cidadãos da UE entre 18 e 25 anos: grátis
– 18-25 cidadãos não comunitários: 8 €
– Menores de 18 anos: grátis

NÃO PERCA SEU PRECIOSO TEMPO EM FILAS ENORMES!

>> Ingresso Abadia do Monte Saint-Michel e Tour Autoguiado
>> Mont-Saint-Michel: Excursão de 1 Dia saindo de Paris
>> De Paris: Excursão guiada ao Monte Saint-Michel + almoço

>> Monte Saint-Michel: Excursão Guiada na Baía
>> Monte Saint-Michel: Ingresso para 4 Museus
>> De Paris: Excursão de 2 Dias Mont St Michel e Vale do Loire

ONDE COMER NO MONT SAINT-MICHEL

Comer dentro do Mont Saint-Michel pode sair caro se você não está preparado. Os restaurantes no Monte, como já eram de se esperar, são caros e o que está em conta nem sempre é tão gostoso assim pelo seu valor. Então se você não quer correr o risco de passar fome ou ficar sem dinheiro, é bom levar um lanchinho junto com você.

Mas se dinheiro não for problema para você, e você quer uma típica e turística atração gastronômica, eu sugiro que você coma o omelete da Mère Poulard. Se você só quer conhecer a famosa casa, mesmo sem ser cliente, você pode participar da preparação da omelete e tirar algumas fotos.

Se você quer comer “comida de verdade”, existem muitos restaurantes com uma comida boa dentro e fora do Monte Saint-Michel. Nesse minha última ida, eu almocei no Relais Saint Michel, um hotel e restaurante maravilhoso.

Ele fica do outro lado da passarela e te dá uma vista incrível para o Mont Saint-Michel. Comida simples, sem muita frescura, mas bem boa. E o melhor, o almoço já estava incluso no valor da visita guiada ao Mont Saint-Michel.

Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris
Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris

Onde ficar no Mont Saint-Michel?

Essa experiência eu ainda não tive, mas terei em breve. Quero muito ter a oportunidade única de ver os turistas irem embora e o Mont Sain-Michel ficando cada vez mais vazio e exclusivo. E principalmente acordar e ter a impressão de estar sozinha lá dentro. Deve ser maravilhoso.

Mas acredito que dormir num hotel localizado nas margens da baía também é ótimo. Tomar café da manhã enquanto admira o Monte é ainda mais grandioso e especial. Eu não me hospedei tão longe, uns 30km/50km do Monte, pois o foco das viagens nunca era somente ele. 

EU INDICO OS HOTÉIS:

Quando é a melhor época para visitar o Mont Saint-Michel?

A melhor época para visitar o Mont Saint-Michel é de março a outubro, quando o tempo está no seu melhor. Julho e agosto são alta temporada, então o Monte estará bem mais cheio. No verão de 2019 teve dias com mais de 20.000 visitantes.

E na baixa temporada, que  vai de novembro a fevereiro, é o clima que não ajuda muito, mas se é a única época possível para você, vai assim mesmo. É melhor conhecer o Mont Saint-Michel no mau tempo, do que não conhecer. 

Mont Saint-Michel em 1 dia | Um lindo Bate-volta de Paris
As temperaturas médias são as seguintes :
De junho a setembro : 11°/20°
De maio a outubro : 8°/15°
De dezembro a fevereiro : 2°/8°
Março, abril e novembro : 4°/13°

Visite o Mont Saint-Michel saindo de Paris

É possível fazer um passeio de um dia ao Mont Saint-Michel saindo de Paris. Acompanhado por um guia brasileiro ou português, você sairá de ônibus de Paris às 07h15 e voltará pelas 22h. Você não se preocupará com nada, a não ser de não perder a hora.

No passeio está incluso o transporte + almoço no Relais Saint-Michel + entrada da Abadia + Guia em Português + passeio histórico guiado pela abadia e muralhas + tempo para explorar o Monte por conta própria. Mais cômodo que isso, impossível.

Família Andersen no Monte

COMO ir AO MONT SAINT-MICHEL

De Paris, estes são os melhores trajetos:

  • A11, em direção a Chartres-Le Mans, saída Fougères e direção Mont Saint-Michel
  • A13 para Rouen, em seguida, Caen
  • A84 direção Mont Saint-Michel, N176 direção Pontorson, depois D776 em direção a Mont-Saint-Michel.

Chegando lá pode aceder aos estacionamento numerados de P2 a P13. Ficam muito próximos do vai-e-vem que transporta os visitantes até ao Monte das 7h30 à meia-noite todos os dias. Você pode comprar o seu ticket, que deve guardar, à entrada do parque de estacionamento.

Depois da sua visita, pague nas caixas automáticas. O preço do estacionamento inclui o vai-e-vem assim como os serviços do CIT, instalações sanitárias, espaço bebé e informações.

Estacionamento no Monte Saint Michel

Quanto custa o estacionamento no Mont Saint-Michel?

Os preços do estacionamento são as seguintes :

  • Pacote de 24 horas: 14€,
  • Menos de duas horas: € 6,30
  • Bilhete perdido: 42€,
  • Menos de 30 minutos: estacionamento gratuito.

Não deixe de acompanhar o horário das marés : na maré alta, o estacionamento pode ser submerso pelas águas e o Monte Saint-Michel se torna uma ilha! Seria uma pena se seu carro fosse levado pelo mar. Ops!!

Dica de mãe : NÃO ESQUEÇA SEU CASACO!

Dada a sua posição, o Mont Saint-Michel é muitas vezes tomado pelo vento e pela água, o que contribui para uma temperatura elevada mesmo no auge do verão. Nunca subestime o frio, nem o calor que pode fazer no Monte. Então mesmo no verão, um casaquinho e lenço/echarpe, pode se fazer necessário.

;

Tenha um ótimo passeio no Mont Saint-Michel!!


Vai viajar e ainda não sabe onde ficar em Paris?

Escolher um hotel com boa localização fará toda a diferença na sua viagem. Aqui tem alguns hotéis que me hospedei e adorei. Tem para todos os bolsos e gostos.

Hotel com vista para a Torre Eiffel : Pullman Paris Tour Eiffel | Hotel La Comtesse | Hôtel Gustave | Hotel La Bourdonnais | La Clef Tour Eiffel

Hotel com bom custo x benefício : Le Relais Saint Honoré | Hôtel Square Louvois | 1K Paris | Hôtel Madison | Hôtel Napoleon Paris

Hotel de Luxo : Fauchon L’Hôtel Paris | Nolinski Paris | Hôtel Regina Louvre | Hotel Bowmann | Le Narcisse Blanc | La Clef Champs-Élysées Paris

Hotel em Montmartre : Terrass” Hôtel Montmartre | Grand Pigalle Hotel | Maison Souquet | Hotel 29 Lepic | Hôtel Basss

Albergue | Hostel : YOOMA Urban Lodge | Generator Paris | St Christopher’s Inn Paris – Gare du Nord | The People Hostel – Paris 12


FILAS? NUNCA MAIS! INGRESSOS PARA SUA COMODIDADE


Se você fizer sua reserva através dos links aqui do Vou pra Paris, eu ganho uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar o Vou pra Paris a continuar escrevendo ótimas dicas de Paris para você. Obrigada!

;

;

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
%d blogueiros gostam disto: